Cinco séries com ótimos ensinamentos sobre marketing, carreira e negócios

Eu adoro cinema, mas confesso que me tornei um aficionado por séries nos últimos anos. Por quatro motivos. Primeiro, porque infelizmente o cinema está em uma crise de criatividade há alguns anos e pouca coisa de qualidade vem sendo realmente produzida.

Segundo, porque uma série, exatamente pelo seu formato caraterístico de prever temporadas, permite que um enredo e seus personagens sejam muito melhor desenvolvidos do que em um filme, que normalmente tem apenas duas horas.

O terceiro motivo é que, após o surgimento do Netflix – e de seus concorrentes –, ficou muito mais fácil e confortável acompanhar uma série, seja qual for o aparelho ou dispositivo que você prefira usar: TV, tablet, smartphone, computador. Quem tem criança em casa, como é o meu caso, sabe o valor de ter a possibilidade de assistir a sua série favorita a qualquer hora, sem ter que ficar preocupado se vai dar tempo de ver o novo episódio antes de o seu filho terminar de ver a Patrulha Canina. Além do fator “criança em casa”, nem preciso mencionar que ter a chance de acompanhar uma série a qualquer hora, em qualquer dispositivo, é uma facilidade ótima para qualquer pessoa, independentemente de ter ou não ter filhos. Afinal, hoje em dia quem não está sempre na correria ou com dificuldades de gerenciar o próprio tempo?

E o quarto motivo, que na minha opinião é o melhor dos motivos para assistir a uma série: geralmente elas nos trazem ótimos insights e preciosos ensinamentos para a vida pessoal e profissional. Nesse sentido, gostaria de sugerir cinco séries que, além de serem entretenimento de qualidade, trazem boas dicas de marketing, carreira e negócios e que você pode assistir a qualquer hora, por mais que sua rotina seja corrida. Todas elas estão disponíveis no Netflix. Abaixo segue as minhas sugestões.

1 – SUITS

Sobre o que é: Suits relata o cotidiano de um escritório de advocacia de Nova York a partir dos desafios enfrentados pelo brilhante advogado Harvey Specter (Gabriel Macht) e seu talentoso assistente-associado Mike Ross (Patrick J. Adams). Hábil negociador, Specter forma uma eficiente dupla com Ross, um garoto-prodígio com ótima memória e boas intenções, mas que esconde um segredo comprometedor para a sua carreira. Sempre em busca do melhor acordo para não levar um caso para o tribunal, Specter e Ross testam seus limites éticos diariamente em um universo no qual muitas vezes a conveniência supera a justiça.

Por que assistir: oferece ótimos ensinamentos de negociação, boas dicas sobre a importância do relacionamento como fator-chave para o crescimento profissional e ainda mostra que atitude e habilidades pessoais são tão ou mais importantes do que um diploma. O elenco é primoroso, a começar pelos excelentes protagonistas Macht e Adams. Série obrigatória para advogados. Quem trabalha com marketing e vendas também deveria assistir.

2 – BREAKING BAD

Sobre o que é: a vida do professor de Química Walter White (Bryan Cranston) é um completo desastre. Ele tem um filho adolescente com paralisia cerebral, uma esposa grávida, dívidas que não acabam mais e um trabalho desestimulante em uma escola de ensino médio pelo qual ganha muito mal. Quando descobre que está com câncer terminal no pulmão, White toma uma decisão que vai mudar a sua vida de forma definitiva: ele se une ao ex-aluno Jesse Pinkman (Aaron Paul), até então um pequeno traficante, para produzir e vender metanfetamina em escala industrial. É o início de uma trajetória criminosa de sucesso, mas de alto risco para White e sua família.

Por que assistir: é uma série sobre tráfico de drogas no qual o que mais chama a atenção não são a violência e o crime que estão obviamente embutidos na estória, mas as interessantes lições de como criar e desenvolver um mercado a partir do zero. Não importa o tipo de produto ou serviço que você está vendendo, é fundamental planejar bem a produção, a distribuição, o público-alvo, o marketing e prever os obstáculos que surgirão… refletir sobre isso vale para qualquer tipo de negócio, não somente para a metanfetamina de cor azul que White desenvolve e que se torna um fenômeno de vendas. É claro que White fez uma má escolha ao optar pelo caminho do crime, mas preste atenção na impressionante visão de negócio e na incrível resiliência de White para superar seus problemas após chegar ao fundo do poço.

3 – HOUSE OF CARDS

Sobre o que é: o congressista norte-americano Frank Underwood (interpretado de forma excepcional pelo ator Kevin Spacey) é um político ambicioso que não mede esforços para alcançar seus objetivos. Pela ótica de Underwood, a série desnuda os bastidores – e os podres – da política de forma crua e impactante. Mas não pense que você ficará incomodado com o que vê: a ironia e o sarcasmo usados pelo político para narrar a estória divertem e fazem com que o espectador entenda por que o poder público seduz tanto, seja nos Estados Unidos ou aqui no Brasil. Aliás, as semelhanças da série com o cenário político brasileiro recente são tão assustadoras que a própria Netflix, produtora original da série, já fez piada com isso em suas redes sociais.

Por que assistir: é uma série sobre política em sua essência. Política é baseada em relacionamento. E você pode ter certeza que relacionamento é uma das coisas mais importantes para a sua carreira. Queira ou não, você também faz política todos os dias no seu trabalho ou na sua vida pessoal. Então aprenda com o expert Underwood como se faz política e tente usar isso de forma profícua na sua carreira – sem cometer nenhum crime ou passar a perna em alguém, é claro.

4 – BLACK MIRROR

Sobre o que é: série composta por episódios sem sequência cujas estórias se passam em um futuro imaginário com boas e assustadoras possibilidades de se tornar real em breve. Os enredos giram basicamente em torno de como a tecnologia irá impactar nossas vidas em um futuro não muito distante. Black Mirror é um soco no estômago porque esse impacto, via de regra, é negativo. Como no episódio em que uma moça busca “likes” de forma desesperada em uma rede social para conquistar um novo status social e acaba perdendo o controle da própria vida.

Por que assistir: a série faz o espectador refletir sobre sua relação com a tecnologia em uma época em que a internet e as redes sociais podem destruir a reputação e a imagem de uma pessoa a partir do conteúdo que ela mesmo produz. Uma reflexão muito importante para profissionais de qualquer área, afinal, na era das redes sociais, você é o que você posta, curte, comenta e compartilha. Você é o responsável pela gestão da sua marca pessoal, algo que é fundamental para sua carreira.

5 – MAD MEN

Sobre o que é: a trama de Mad Men se passa nos anos 1960, década de muitas mudanças sociais nos Estados Unidos e também a época de ouro das agências de publicidade da Madison Avenue, em Nova York. O protagonista é Don Draper, o genial diretor de criação da agência Sterling Cooper que coleciona elogios e prêmios por conta de suas brilhantes campanhas de marketing. Por baixo do verniz de profissional bem-sucedido de Draper (vivido pelo ótimo ator Jon Hamm), no entanto, esconde-se um homem atordoado por um terrível segredo do passado que ameaça sua carreira e o leva para um incontrolável e constante desejo de autodestruição.

Por que assistir: para quem atua na área de marketing, ver essa série é mandatório. Draper é um mestre do posicionamento de marca, um craque do branding, um verdadeiro especialista em marketing estratégico à frente do seu tempo. Cada episódio vale por uma aula de marketing. Como plus, ainda há o brilhante elenco e a primorosa reconstituição de época que fizeram com que Mad Men fosse apontada por vários críticos como a melhor série da TV norte-americana de todos os tempos.

E aí, gostou das sugestões? Aproveite o final de semana e comece a assistir a uma delas!

E você, qual série você aprecia e gostaria de recomendar? Dê a sua dica nos comentários!